fbpx

Como escolher uma solução de triagem laboratorial automática para a manufatura enxuta

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Introdução: Os laboratórios clínicos vêm sendo cada vez mais pressionados a automatizar suas rotinas e precisam processar cada vez mais casos com menos recursos, maior precisão e mais rapidez – ou seja, é preciso fazer mais com menos.

Como laboratório de referência mundial que funciona no Departamento de Medicina Laboratorial e Patologia da Mayo Clinic, a Mayo Medical Laboratories (MML) realiza cerca de 23 milhões de exames por ano para mais de 4,5 milhões de pacientes no mundo inteiro.

A MML dispõe de oito laboratórios: Anatomia Patológica, Bioquímica e Imunologia Clínica, Serviços Básicos de Patologia Clínica, Microbiologia Clínica, patologia Experimental e Medicina Laboratorial, Hematopatologia, Genética Laboratorial e Medicina Transfusional. Todos esses laboratórios realizam exames para indicações relacionadas a diversas doenças, tratamentos e serviços.

Com um volume tão grande de exames, é imprescindível adotar um sistema que garanta que cada um deles seja realizado com precisão e eficiência. Em 2014, a MML adotou um sistema de triagem automática para rastrear todos os exames, identificando o laboratório correto e acompanhando o processamento de cada amostra. Graças a esse sistema, a MML consegue realizar exames continuamente e com mais rapidez, reduzindo os erros, diminuindo o tempo de processamento, e aumentando a precisão e a produtividade.

Este material oferece uma introdução detalhada ao sistema de triagem automática da MML e às principais lições que aprendemos ao longo de todo o processo de seleção, desenvolvimento e implementação do sistema.

Autoria: Kelley Schreiber, Mayo Medical Laboratories. Originalmente publicado no website da Mayo Medical Laboratories em 2 de fevereiro de 2017.


Para ler na íntegra, acesse:

Mayo Sort Automation Article Portuguese *


*Traduzido e usado com permissão da Mayo Foundation for Medical Education and Research. ©2017. Todos os direitos reservados.

Confira a ultima edição da Newslab

Estudo mostra que tratamento para câncer colorretal metastático com mutação BRAF resulta em sobrevida global média de 15,3 meses

Os resultados foram anunciados pela Pierre Fabre e Array BioPharma e observados no safety lead in do estudo fase 3 BEACON com a combinação de encorafenibe, binimetinibe

Leia mais

As 7 principais dúvidas sobre a Meningite Meningocócica

A meningite meningocócica é uma doença infecciosa grave que pode matar. A doença esteve em pauta recentemente e isso fez com que houvesse um aumento

Leia mais

Alteração em célula de defesa torna obesos e diabéticos mais suscetíveis a infecções

Estudo da USP publicado na Scientific Reports mostra que os neutrófilos desses indivíduos são menos eficazes no reconhecimento de bactérias e morrem mais facilmente Indivíduos obesos e

Leia mais

Março Marinho: São Paulo representa um terço dos novos casos esperados de câncer colorretal no país

Com 4 mil novos casos por ano, apenas na capital, São Paulo é o Estado que registra a maior prevalência de câncer colorretal (intestino grosso

Leia mais
Seções
Fechar Menu