Labi Exames faz campanha de prevenção ao diabetes oferecendo exames laboratoriais a preço de custo

Exames para diagnóstico ou controle da doença poderão ser realizados de forma rápida e segura a partir de R$ 17, com parcelamento em até três vezes no cartão

No calendário médico, 14 de novembro marca o Dia Mundial do Diabetes, uma das doenças que mais matam no mundo. A data foi criada pela Organização das Nações Unidas (ONU) para homenagear o canadense Frederick Banting, descobridor – juntamente com Charles Best – da aplicação de insulina, em 1921. Para estimular a prevenção da doença, durante todo o Novembro Azul, como o mês foi batizado, o Labi Exames oferecerá pacotes para o diagnóstico ou controle do diabetes a preço de custo, a partir de três parcelas de R$ 6,01, em sua unidade do bairro de Santo Amaro (rua Barão do Rio Branco, 373), em São Paulo.

O Labi Exames é uma rede de laboratórios fundada pelo executivo Marcelo Noll Barboza e o médico Octavio Fernandes, que reuniram anos de experiência no mercado de saúde para criar um conceito inovador em exames laboratoriais. “Tudo foi pensado para facilitar o acesso à saúde. Sabemos que muitos brasileiros acabam não tratando doenças comuns, como o diabetes, pela falta de acesso a exames básicos”, explica Dr. Octavio.

O pacote Metabolismo, que inclui os testes de Glicose, Hemoglobina Glicada e Urina Tipo 1, custará R$ 17, metade do preço normal, e ainda pode ser pago em três parcelas de R$ 6,01 no cartão de crédito. Já o pacote de Controle do Diabetes custará R$ 37, podendo ser pago em três parcelas de R$ 13,08. Este pacote é mais amplo e engloba, além dos testes do pacote Metabolismo, os exames de: colesterol total, HDL colesterol, LDL colesterol, VLDL colesterol, colesterol não HDL, triglicerídeos, microalbuminúria, creatinina e taxa de filtração glomerular, sendo estes dois últimos para avaliação dos rins. Os valores serão válidos de 1º a 30 de novembro e representam metade dos preços normalmente praticados pelo Labi Exames.

Além disso, o Labi Exames ofertará o teste rápido de hemoglobina glicada, que custará promocionalmente durante novembro R$ 13 e seu resultado será liberado em 15 minutos. “Este teste não precisa de jejum, é realizado na hora e o paciente sai com o resultado. Isso é fundamental, pois é um dos exames de escolha para o diagnóstico de diabetes”, explica Dr. Octavio.

De acordo com o Dr. Octavio Fernandes, o diabetes pode ser uma doença silenciosa, não provocando sintomas expressivos e que com o tempo pode causar danos significativos. “Para evitá-la, uma simples agulhada pode poupar muita dor de cabeça. Porém, mais do que o medo, o que afasta as massas dessa forma de diagnóstico é a dificuldade ao acesso. Queremos que essas pessoas possam realizar os exames, o que as estimulará a procurar um médico”, explica, acrescentando que nos Estados Unidos, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) estima que uma a cada 11 pessoas seja diabética, sendo que 25% delas sequer sabem que têm a doença.

O Labi Exames nasceu com a visão de atender a um crescente nicho populacional que prefere não se sujeitar à realidade muitas vezes ineficiente do sistema público de saúde, mas que ao mesmo tempo não possui recursos suficientes para custear os serviços particulares convencionais nesse ramo. “Surgimos com a lógica de abrir mão de super lucratividade buscando garantir o acesso universal à saúde”, ressalta o médico.

A primeira unidade do laboratório foi inaugurada em outubro no bairro de Santo Amaro, oferecendo uma gama de exames preventivos essenciais, todos certificados. “Os pacientes podem realizar seus exames da forma tradicional, levando o pedido médico, ou optar por um dos 20 pacotes oferecidos, como Saúde da Mulher, Saúde do Homem, Gestante e Controle do Diabetes”, acrescenta Dr. Octavio. Os laudos têm uma linguagem didática e a clara orientação para que o paciente leve seu exame a um médico.


 

Confira a ultima edição da Newslab

Seções
Fechar Menu