fbpx

Biossegurança: uma questão da Biomedicina

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Publicado originalmente na Newslab 75


Resumo

O termo Biossegurança é amplamente discutido e tem como princípio a prevenção, minimização e eliminação de riscos, visando a saúde do homem, dos animais, preservação do meio ambiente e a qualidade dos resultados. O tema resíduo também é discutido juntamente com a biossegurança e existem controvérsias quanto a sua periculosidade.

Os laboratórios são classificados em quatro níveis de biossegurança, sendo eles: BL 1, BL 2, BL 3 e BL 4. A maioria dos laboratórios de análises clínica possui nível de biossegurança 2 (BL 2), sendo que o trabalho destina-se aos microrganismos patogênicos ao homem, habitualmente presentes na comunidade, como por exemplo, toxoplasmose, HIV.

Os resíduos de serviços de saúde também são classificados em quatro grupos: A, B, C e D. O grupo A representa risco potencial à saúde; no grupo B enquadram-se os resíduos químicos; no grupo C, os radioativos e no grupo D, os resíduos comuns.

Nesse contexto, evidencia-se a importância da utilização de Equipamentos de Proteção Individual (EPI), recomendação para sua utilização e cuidados que devemos ter com materiais perfurocortantes, além é claro de como os resíduos gerados no laboratório devem ser manipulados.

Palavras-chave: Biossegurança, laboratório, níveis de risco.

Summary

The term biosafety is widely discussed and has as principle the prevention, minimization and elimination of risks, seeking the health of human beings and animals, the preservation of the environment and the quality of the results.  The theme residue is also discussed within biosafety and controversies exist regarding its dangerous nature.

The laboratories are classified in four biosafety levels: BL 1, BL 2, BL 3 and BL 4. Most of the clinical laboratories works on level 2 of biosafety (BL 2), and its function is destined to the microorganisms that are pathogenic to the man, which are communally present in the community, as for instance, toxoplasmose, HIV.

The residues from health services are also classified in four groups: A, B, C and D. The A group represents potential risk to the health; the B group includes chemical residues; the C group includes radioactive products and the D group includes common residues.

In this context, the importance of usig Equipments of Individual Protection (EPI) is evidenced, so as recommendation for its use and general care that we must have regarding dangerous materials beyond, of course, how the residues generated at the laboratory must be manipulated.

Keywords: Biosafety, laboratory, risk levels.


Autoras: Ana Paula de Torres Santos, Gláucia Gomes de Almeida, Cláudia Jaqueline Martinez e Cátia Rezende


Confira a ultima edição da Newslab

Estudo identifica novas funções de molécula envolvida no melanoma

Novos testes em animais e em células de melanoma em cultura mostraram que uma molécula conhecida como RMEL3, presente na maioria dos casos desse tipo

Leia mais

Mestrado em sinalização celular na Unifesp com bolsa da FAPESP

Uma Bolsa de Mestrado da FAPESP está disponível no âmbito do projeto “Vias de sinalização de dano no DNA: mecanismos de regulação e integração com

Leia mais

Doutorado direto em metabolismo e bioenergética com bolsa da FAPESP

O Projeto Temático “Função e disfunção mitocondrial: implicações para o envelhecimento e doenças associadas”, coordenado pelo professor Aníbal Eugênio Vercesi, da Faculdade de Ciências Médicas da

Leia mais

Estudo mostra que tratamento para câncer colorretal metastático com mutação BRAF resulta em sobrevida global média de 15,3 meses

Os resultados foram anunciados pela Pierre Fabre e Array BioPharma e observados no safety lead in do estudo fase 3 BEACON com a combinação de encorafenibe, binimetinibe

Leia mais
Seções
Fechar Menu