fbpx

Doenças Sexualmente Transmissíveis Associadas a Mulheres Portadoras do Vírus HIV

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Publicado originalmente na edição 36 da Newslab


Resumo

As infecções do trato genital feminino revestem-se de grande importância em ginecologia e na área da saúde pública devido à alta frequência, à diversidade de agentes etiológicos, às várias formas evolutivas, à variabilidade do quadro clínico e possibilidade de complicações. Os sintomas vulvovaginais estão entre os motivos mais comuns que levam as mulheres jovens a procurar atendimento médico. Na maioria das situações clínicas, a vaginose bacteriana é a causa mais comum dos sintomas vulvovaginais, em ordem de freqüência, é seguida logo depois pela candidíase vaginal. Várias evidências têm apontado para uma interferência da presença de DST no aumento da transmissão do HIV. Transportado por secreções vaginais, o HIV pode ser transferido através das úlceras genitais. Em pessoas infectadas pelo HIV, as DSTs podem ser mais resistentes ao tratamento.

Palavras chave: vaginites, DST, HIV


Autores: Patrícia Haas, Berenice P. Nappi, Patrícia Tenconi e Ricardo Zastrow


Acesse aqui o artigo:

Confira a ultima edição da Newslab

Vacinação contra malária irá iniciar para crianças em 3 países da África, anuncia OMS

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), em comunicado divulgado hoje (23), terá inicio a implementação da primeira vacina contra a malária. Causada por protozoários

Leia mais

EUA registram 71 novos casos de sarampo e enfrentam novo surto da doença

O sarampo, doença infecciosa transmitida por vírus da família Paramyxoviridae e do gênero Morbillivirus, é uma doença altamente contagiosa que deixou muitos mortos ao longo da história. A vacina

Leia mais

Obesidade em foco na ciência: Unicamp cria primeiro laboratório de imunometabolismo do país

Recentemente, diante do fenômeno global de aumento da obesidade, surgiu a necessidade de integrar dois campos de conhecimento que poderiam parecer distintos: imunologia e metabolismo.

Leia mais

Menina britânica que realizou cirurgia auditiva pioneira passa a ouvir e aprende a falar

Leia Armitage, uma menina britânica de 7 anos, nasceu com um tipo raro de surdez profunda. Uma cirurgia pioneira feita por médicos ingleses foi capaz

Leia mais
Seções
Fechar Menu