fbpx

Mulheres são o grupo mais vulnerável ao HIV

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

AHF intensifica esforços com governos e organizações da sociedade civil para ampliar acesso a testes rápidos e a tratamento

Situação de vulnerabilidade econômica e social, localização geográfica e casos de violência estão diretamente associados aos índices de mulheres infectadas pelo HIV. Esses pontos dificultam o acesso à prevenção, à testagem rápida e ao tratamento pós-exposição (PEP), assim como a assistência médica de qualidade.

De acordo com o Unaids, programa das Nações Unidas para o HIV/Aids, cerca de 300 mil mulheres vivem com HIV no Brasil, 35% do total de pessoas infectadas pelo vírus da aids no país. Entre as mulheres grávidas e portadoras do vírus, 85% recebem tratamento antirretroviral. E a transmissão do vírus da mãe para os filhos caíram duas vezes nos últimos 20 anos.

No Brasil, a AHF Brasil apoiou, em 2018, a realização de 17.087 testes anti-HIV em mulheres, o equivalente a 30% de todos os exames feitos. Para mudar a realidade de vulnerabilidade e ampliar o acesso aos testes rápidos e ao tramento, a Aids Healthcare Foundation (AHF) mobiliza entidades governamentais e outras organizações sociais nos 43 países onde atua.

“Embora a importância da prevenção do HIV/aids seja bastante difundida, os casos ainda aumentam em todo o mundo, e as mulheres são as mais afetadas pela epidemia, principalmente nos países em desenvolvimento. A AHF entende que o empoderamento deste público é uma importante ferramenta para garantir uma vida segura e livre, com todos os direitos civis e sexuais assegurados”, avalia Beto de Jesus, diretor da AHF no Brasil. “A quebra de tabus e preconceitos facilita o acesso a métodos preventivos e a tratamentos com qualidade, o que resulta em vidas salvas”, complementa.

Em todo o mundo, segundo o Unaids, há quase 19 milhões de mulheres e meninas vivendo com HIV. Todos os anos são registrados cerca de 870 mil novos casos. O desafio, reitera Beto de Jesus, é que seja garantido a este público, por meio de lideranças políticas e comunitárias, condições iguais e irrestritas de acesso aos serviços de saúde.

Confira a ultima edição da Newslab

Grupo de pesquisadores valida método que pode revolucionar o diagnóstico de Alzheimer

(Foto: Roche) Grupo de pesquisadores validaram uma metodologia que pode revolucionar o diagnóstico da doença de Alzheimer: exame diagnóstico criado pelos cientistas é capaz de

Leia mais

Na Feira Hospitalar 2019, Healthcare Alliance levará inovador biosensor de sinais vitais

A tecnologia proveniente de Israel será vendida com exclusividade no Brasil pela plataforma que reúne as melhores empresas especializadas em produtos e serviços para a

Leia mais

Ultrassom da Samsung permite estudo do cérebro do feto durante a gravidez

Navegação neurossonográfica avançada auxilia na avaliação de novas regiões do cérebro fetal de forma semiautomática Com o objetivo de ampliar a capacidade clínica de diagnóstico

Leia mais

Inteligência artificial à serviço da prevenção: Minsait lança produto que reduz pressão sanguínea

Intitulado HCEPRO, produto integra dados e reduz pressão sanguínea de pacientes com hipertensão A Minsait, empresa Indra com foco em transformação digital, traz ao mercado

Leia mais
Seções
Fechar Menu