fbpx

Diagnóstico precoce de hemofilia é fundamental para evitar complicações

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Analisadores de coagulação aperfeiçoam carga de trabalho na execução de perfis de exames laboratoriais em menor tempo possível e garantem a máxima precisão nos resultados

O Dia Mundial da Hemofilia (17 de abril) foi criado em 1989 para celebrar o nascimento do fundador da Federação Mundial de Hemofilia, Frank Schnabel. Nascido em 1926 e portador de hemofilia A grave, Schnabel dedicou sua vida para melhorar a qualidade de vida dos hemofílicos por meio do incentivo ao desenvolvimento científico.

As hemofilias são doenças hemorrágicas resultantes da deficiência de fatores da coagulação. O Brasil tem a terceira maior população mundial de pacientes, com 12 mil brasileiros portadores de hemofilia – cerca de dez mil do tipo A e dois mil do tipo B. De acordo com o Ministério da Saúde, aproximadamente 70 novos casos de hemofilia grave são registrados por ano no Brasil. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a hemofilia A é o tipo mais comum da doença, representando de 85% a 90% dos casos mundiais.

Diagnosticar precocemente a doença é fundamental para evitar suas complicações, pois sem a reposição do fator deficiente, as crianças estarão sujeitas a complicações que poderão evoluir para sequelas graves e até mesmo óbito.

“Um exame de tempo de tromboplastina parcial ativada (ou TTPA) prolongado com tempo de protrombina (ou TP) e tempo de coagulação normal deve ser investigado”, destaca Monalisa Ramos, gerente de produtos da Vyttra Diagnósticos. Ela explica que os analisadores de coagulação Q Next e Q Smart foram projetados para realizar automaticamente todas as etapas dos exames de hemostasia. “A solução otimiza a carga de trabalho envolvida na execução de perfis de exames laboratoriais em menor tempo possível e garante a máxima precisão nos resultados”, finaliza.

Os analisadores de coagulação Q Smart e Q Next, da Grifols, distribuídos com exclusividade no Brasil pela Vyttra Diagnósticos, são precisos tanto para exames de rotina de coagulação como para a determinação de atividades de fatores e provas especiais por meio de métodos coagulométrico, cromogênico e imunoturbidimétrico.


Fonte: Vyttra DiagnósticosPress à Porter


 

Confira a ultima edição da Newslab

Mestrado em sinalização celular na Unifesp com bolsa da FAPESP

Uma Bolsa de Mestrado da FAPESP está disponível no âmbito do projeto “Vias de sinalização de dano no DNA: mecanismos de regulação e integração com

Leia mais

Doutorado direto em metabolismo e bioenergética com bolsa da FAPESP

O Projeto Temático “Função e disfunção mitocondrial: implicações para o envelhecimento e doenças associadas”, coordenado pelo professor Aníbal Eugênio Vercesi, da Faculdade de Ciências Médicas da

Leia mais

Estudo mostra que tratamento para câncer colorretal metastático com mutação BRAF resulta em sobrevida global média de 15,3 meses

Os resultados foram anunciados pela Pierre Fabre e Array BioPharma e observados no safety lead in do estudo fase 3 BEACON com a combinação de encorafenibe, binimetinibe

Leia mais

As 7 principais dúvidas sobre a Meningite Meningocócica

A meningite meningocócica é uma doença infecciosa grave que pode matar. A doença esteve em pauta recentemente e isso fez com que houvesse um aumento

Leia mais
Seções
Fechar Menu