73º Congresso Brasileiro de Cardiologia vai destacar as novas diretrizes, grandes estudos nacionais e internacionais e temas práticos do consultório

Aulas práticas vão permitir que os congressistas tenham uma maior proximidade com os mais variados métodos diagnósticos e terapêuticos da Cardiologia

Com uma programação voltada para o clínico o 73º Congresso Brasileiro de Cardiologia, que acontece entre os dias 14 e 16 de setembro, no Centro Internacional de Convenções de Brasília – CICB, vai destacar as novas diretrizes, a discussão de grandes estudos nacionais e internacionais e temas práticos do consultório. “Traremos assuntos de elevado teor científico, apresentados pelos melhores profissionais de cada área”, afirma o diretor científico do CBC, Dalton Bertolim Précoma.

Este ano, as Sessões Conjuntas Internacionais serão com o American College of Cardiology (ACC); American Heart Association (AHA); European Society of Cardiology (ESC); Federación Argentina de Cardiología (FAC); Sociedad Interamericana de Cardiología (SIAC); Sociedade Portuguesa de Cardiologia (SPC); e com as Universidades Duke e Harvard.

Brasil Prevent prioriza grandes dilemas do consultório

A programação do Brasil Prevent será totalmente voltada para orientações práticas de consultório. Estão previstos debates sobre diferentes temas, assuntos e highlights de diretrizes que foram atualizadas recentemente, buscando as melhores estratégias na abordagem das doenças cardiovasculares.
“Convidamos profissionais de diversas áreas para debater e orientar os congressistas quanto às questões recorrentes das diferentes patologias cardiovasculares, para a manutenção de um coração saudável”, adianta o presidente do Congresso, Nasser Sarkis Simão.

Cardiologia na Prática

“O Hands-on está com uma programação mais abrangente este ano e trará novos equipamentos – a medida da Pressão Central, a Ergoespirometria e a Vecto-Eletrocardiografia – para permitir que os congressistas tenham uma maior proximidade com os mais variados métodos diagnósticos e terapêuticos da Cardiologia”, conta Nelson Siqueira de Morais, que coordena as atividades práticas, ao lado de João Fernando Monteiro Ferreira e Sergio Timerman.

A programação inclui ainda a área de Hemodinâmica, com simulador de Cateterismo e Angioplastia Coronariana. E traz as já tradicionais e concorridas aulas de Mapa; Abordagem inicial da IC e Choque Cardiogênico; Assistência Circulatória na IC Avançada; Balão Intra-Aórtico (BIA); Eco na Emergência; Marca-passo na Emergência e para o generalista; Propedêutica Cardiovascular; Ressonância Magnética; Tomografia Computadorizada Cardiovascular; Síndrome Coronariana Aguda; e Monitorização Residencial da Pressão Arterial (MRPA).

“Pela primeira vez será realizado o curso de TECA-A, que é bastante completo e abrangente, durante o Congresso. E também será possível obter a recertificação do ACLS”, destaca Siqueira.

Defesa Profissional é o foco do Fórum de Ideias

Este ano, o Fórum de Ideias irá abordar cinco temas: “Defesa Profissional: perspectivas da medicina”; “O futuro foi ontem!”; “Aspectos jurídicos relacionados à medicina”; “Pesquisa clínica”; e “O progresso da cardiologia: do Congresso mundial em 1998 ao futuro”.

Números recordes

Para Nasser Sarkis Simão, o evento já é um sucesso. “O número de Temas Livres apresentados foi recorde este ano. A programação científica primorosa feita pela Comissão Executiva buscou um cuidado tremendo com o estado da arte dos diferentes assuntos, para receber os colegas neste grande evento da Cardiologia brasileira. A atual conjuntura do país e as restrições econômicas em nada comprometeram a qualidade do nosso evento, graças ao empenho da CECon”, comemora o presidente do evento.


73º Congresso de Cardiologia
Data: de 14 a 16 de setembro
Local: Centro Internacional de Convenções de Brasília – CICB
Endereço: SCES Trecho 2, Conjunto 63, Lote 50 – Asa Sul, St. de Clubes Esportivos Sul Trecho 2 – Brasília, DF, 70200-002
Informações e Inscrições: http://cardio2018.com.br/

Confira a ultima edição da Newslab

Seções
Fechar Menu