fbpx

Uniso lança campanha “Todos Contra a Hanseníase” em Sorocaba

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

A Universidade de Sorocaba (Uniso) foi convidada pela Sociedade Brasileira de Hansenologia a aderir e implantar a campanha educativa que será lançada no dia 25/4, na cidade

Dia 25 de abril a campanha nacional Todos Contra a Hanseníase será lançada em Sorocaba, pela Uniso. O Brasil é o 2° país com mais casos de hanseníase no mundo, atrás da Índia. Por ano, são cerca de 30 mil casos novos, mais ou menos o mesmo número de casos novos de AIDS ou HIV e que chamam a atenção da OMS (Organização Mundial de Saúde). A doença foi “esquecida”, conforme alerta da SBH (Sociedade Brasileira de Hansenologia), e por isso o número de doentes aumenta sem que, muitas vezes, o paciente saiba que pode ser curado. Para reverter o quadro, a SBH lançou a campanha educativa, que está sendo implantada em várias cidades brasileiras, e convidou a Uniso para ser a porta-voz em Sorocaba.

A campanha tem objetivo de levar informações à população, orientando sobre sinais e sintomas da hanseníase para que os casos da doença sejam diagnosticados precocemente. A doença tem cura e o tratamento, que leva de 6 meses a 1 ano, é gratuito em todo o Brasil. Mas se o diagnóstico acontecer tardiamente, o paciente pode ter sequelas irreversíveis.

A hanseníase é a doença infecciosa que mais cega no mundo, provoca manchas avermelhadas ou esbranquiçadas na pele e, nessas regiões, o doente pode ter perda de pelos e suor e, ainda, diminuição da sensibilidade à dor, ao toque, ao calor ou frio. É comum o paciente não sentir dor com um corte ou se queimar cozinhando sem perceber, pois o bacilo causador da doença afeta a sensibilidade dos nervos.

A SBH entende que quanto mais informada a população, mais cedo os pacientes serão diagnosticados, evitando comprometimentos mais sérios na integridade física do doente. Por isso, tem feito parcerias com empresas ou instituições em todo o país para divulgar a campanha Todos Contra a Hanseníase.

Parceria com a Uniso

Por ser uma universidade tradicional na cidade e com filosofia de atuação social, a SBH convidou a Uniso para implantar a campanha educativa em Sorocaba. Haverá palestra, distribuição de cartilhas educativas e outras ações na cidade. “Ficamos muito honrados com a parceria porque temos um porta-voz que atua na área educacional e é formador de opinião junto à comunidade”, diz o presidente da SBH.

Em carta aberta, o Reitor da Uniso, professor Fernando de Sá Del Fiol, diz que “É papel de toda organização trabalhar em causas nas quais acredita. Como instituição educacional, acreditamos no poder transformador de cada cidadão bem informado. Por isso, ficamos honrados com o convite da SBH para que a Uniso abraçasse a campanha. Esperamos, com nossa ação, ajudar a diminuir os índices da hanseníase no Brasil, ajudar a acabar com o preconceito, que é bem maior que a própria doença, e cumprir com nosso papel perante a comunidade por meio de ações que refletem nossa filosofia”


Fonte: Texto & Cia – Comunicação


 

Confira a ultima edição da Newslab

Estudo mostra que tratamento para câncer colorretal metastático com mutação BRAF resulta em sobrevida global média de 15,3 meses

Os resultados foram anunciados pela Pierre Fabre e Array BioPharma e observados no safety lead in do estudo fase 3 BEACON com a combinação de encorafenibe, binimetinibe

Leia mais

As 7 principais dúvidas sobre a Meningite Meningocócica

A meningite meningocócica é uma doença infecciosa grave que pode matar. A doença esteve em pauta recentemente e isso fez com que houvesse um aumento

Leia mais

Alteração em célula de defesa torna obesos e diabéticos mais suscetíveis a infecções

Estudo da USP publicado na Scientific Reports mostra que os neutrófilos desses indivíduos são menos eficazes no reconhecimento de bactérias e morrem mais facilmente Indivíduos obesos e

Leia mais

Março Marinho: São Paulo representa um terço dos novos casos esperados de câncer colorretal no país

Com 4 mil novos casos por ano, apenas na capital, São Paulo é o Estado que registra a maior prevalência de câncer colorretal (intestino grosso

Leia mais
Seções
Fechar Menu