NOVEMBRO AZUL: Exame de sangue avalia o risco de desenvolvimento de câncer de próstata

O Índice de Saúde Prostática (PHI), oferece informações precisas sobre os níveis elevados de PSA no paciente e a probabilidade do desenvolvimento de câncer de próstata. O exame é realizado a partir da combinação de três testes sanguíneos (PSA, PSA livre e p2PSA), que resulta na chamada “pontuação do phi”.

Por se tratar de um exame de alta sensibilidade, o PHI pode reduzir as indicações de biópsias em 15% a 36% (de 1 a cada 3 homens), portanto pode ser utilizado como uma ferramenta de triagem em relação ao câncer de próstata, pois um alto número de procedimentos cirúrgicos desnecessários poderá ser evitado.

A biópsia geralmente é solicitada pelo médico quando o paciente apresenta níveis de PSA Total elevado. O problema é que nem sempre o índice de PSA alterado significa que o paciente tenha desenvolvido algum tipo de tumor.

Estudos revelam que em média, 75% das biópsias de próstata retornam negativas. O índice de saúde da próstata (PHI) proporciona mais segurança ao paciente quanto a necessidade de partir para uma opção mais invasiva e agressiva.

O teste é indicado para homens com 50 anos ou mais ou que tenham apresentado resultado do PSA total entre 2,0 e 10,0 ng/mL. Por se tratar de exame de sangue simples que visa reduzir biópsias desnecessárias e diagnósticos excessivos, pode ser realizado em conjunto com os demais exames preventivos anualmente.

Conheça as vantagens do teste PHI oferecido pelo DB Molecular:

  • Alta sensibilidade;
  • 3x mais específico que PSA Total isolado¹;
  • Laudo personalizado;
  • Procedimento não-invasivo;
  • Evita biópsias desnecessárias.


CONTATO – DB Molecular

Tel.: (11) 3868-9800

www.dbmolecular.com.br

[email protected]

Confira a ultima edição da Newslab

Seções
Fechar Menu