fbpx

Laboratórios também devem realizar CEQ da contagem diferencial de leucócitos | Newslab 143

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Um dos exames realizados em maior número na rotina diária dos laboratórios é o Hemograma. A grande maioria dos laboratórios o realiza de maneira automatizada, em analisadores disponibilizados pelo mercado e participa de um Ensaio de Proficiência, como o PRO-EX. Como a contagem diferencial de leucócitos faz parte do exame de rotina, também deve haver controle externo de qualidade para este procedimento!

Como você já sabe, de acordo com a RDC 302:2005 da ANVISA, a participação dos laboratórios clínicos em um Programa de Controle de Qualidade Externo é obrigatória.

O Programa HEMATOLOGIA BÁSICA contém amostras-controle para os seguintes parâmetros:

  1. Contagem de células: Hemácias, Leucócitos, Plaquetas e Reticulócitos;
  2. Determinação: Hematócrito e Hemoglobina;
  3. Índices Hematimétricos: CHGM, HGM, VGM, e RDW.

O Programa Avançado HEMATOLOGIA II consiste na avaliação de imagens virtuais de células sanguíneas para identificação e contagem diferencial. Acompanha um histórico do paciente e os resultados das contagens dos parâmetros pelo equipamento.

As imagens ficam disponíveis na área restrita dos Laboratórios Participantes, no lote aberto e são disponibilizadas mensalmente.

Hemato II (1)


Para contratar o Programa Avançado HEMATOLOGIA II basta enviar um e-mail para [email protected], informando seu código de Laboratório Participante.

Conheça todos os Programas Avançados do PRO-EX em nosso Catálogo de Produtos: https://pncq.org.br.


 

Confira a ultima edição da Newslab

Mestrado em sinalização celular na Unifesp com bolsa da FAPESP

Uma Bolsa de Mestrado da FAPESP está disponível no âmbito do projeto “Vias de sinalização de dano no DNA: mecanismos de regulação e integração com

Leia mais

Doutorado direto em metabolismo e bioenergética com bolsa da FAPESP

O Projeto Temático “Função e disfunção mitocondrial: implicações para o envelhecimento e doenças associadas”, coordenado pelo professor Aníbal Eugênio Vercesi, da Faculdade de Ciências Médicas da

Leia mais

Estudo mostra que tratamento para câncer colorretal metastático com mutação BRAF resulta em sobrevida global média de 15,3 meses

Os resultados foram anunciados pela Pierre Fabre e Array BioPharma e observados no safety lead in do estudo fase 3 BEACON com a combinação de encorafenibe, binimetinibe

Leia mais

As 7 principais dúvidas sobre a Meningite Meningocócica

A meningite meningocócica é uma doença infecciosa grave que pode matar. A doença esteve em pauta recentemente e isso fez com que houvesse um aumento

Leia mais
Seções
Fechar Menu