fbpx

Hemocentro da Santa Casa de São Paulo precisa urgente de doadores de sangue

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

O Hemocentro da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo faz alerta para população sobre a necessidade de receber doações de sangue, principalmente dos tipos O positivo e negativo.

A preocupação aumentou em virtude da queda no número de doações, cerca de 35% das pessoas param de doar nessa época do ano e, neste momento, os estoques dos sangues com fator RH positivo e negativo (A-, A+, O-, O+ e B-) estão em estado crítico.

De acordo com a Dra. Cárlei Heckert Godinho, responsável pelo Hemocentro, a queda nas doações de sangue estão afetando de forma dramática o atendimento das urgências no Pronto-socorro, Centro Cirúrgico e aos demais pacientes da instituição. “Necessitamos de doadores de sangue para suprir a demanda transfusional de adultos e crianças; além das urgências, atendemos pacientes clínicos e oncológicos”, acrescenta Dra Cárlei.

Segundo a médica, uma única doação de sangue pode ajudar a salvar várias vidas em diversas enfermidades e idades, uma vez que o sangue coletado é separado em diferentes hemocomponentes – concentrado de hemácias, plaquetas, plasma fresco congelado e crioprecipitado – e podem ser fracionados quando destinados a crianças.

Para doar sangue, é necessário:

  • apresentar documento oficial de identidade com foto (RG, carteira de trabalho, certificado de reservista ou carteira do conselho profissional).
  • estar bem de saúde, ter entre 16 a 69 anos e 11 meses de idade (os menores de idade somente com a autorização dos pais).
  • pesar no mínimo 50 kg;
  • vir alimentado, evitando apenas alimentos gordurosos nas últimas 4 horas de antecedem a doação;
  • ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas;
    • Intervalo entre doações:
  • Mulheres: 3 meses, permitidas até 3 doações/ano
  • Homens: 2 meses, permitidas até 4 doações/ano

Sobre o Hemocentro da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo

O Hemocentro da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo é uma instituição privada e filantrópica, voltada para atividades da Medicina Transfusional, com o objetivo de fornecer sangue e componentes de acordo com a legislação vigente e padrões de qualidade. 

Iniciou suas atividades em 1943, e em 1980 passou a incorporar os mais modernos métodos da Medicina Transfusional, agregando novos conceitos e conhecimentos nas áreas de Hematologia e Hemoterapia.

Fornece hemocomponentes para o próprio Hospital Central da Santa Casa de São Paulo e outros hospitais externos, atendendo cerca de 5 mil transfusões ao mês.

O Hemocentro está localizado na Rua Marquês de Itu, 579, Vila Buarque e o contato

Confira a ultima edição da Newslab

Ginecologista orienta sobre a prevenção do câncer do colo do útero

Dia Mundial de Prevenção à doença reforça a necessidade do exame de diagnóstico em mulheres entre 25 e 64 anos O mês da mulher é

Leia mais

Cresce em 224% o número de casos de dengue no país

Os óbitos pela doença também aumentaram 67%, entre 30 de dezembro e 16 de março de 2019, em comparação ao mesmo período de 2018, sendo

Leia mais

Avaliação do Potencial das Formigas como Vetores Mecânicos de Bactéria em Ambiente Hospitalar

Artigo publicado originalmente na Newslab 112 Resumo As formigas estão intimamente ligadas ao ser humano e, apesar de algumas espécies não interferirem na economia humana,

Leia mais
Seções
Fechar Menu