fbpx

Exames laboratoriais ajudam na detecção precoce do câncer de próstata

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Por Octavio Fernandes*

Mais um dia comum para muitos homens que têm o privilégio de envelhecer. Quando chega a hora de ir ao banheiro, uma sessão de tortura. Dificuldade para urinar, aumento da frequência, sangue na urina, diminuição do jato e sensação que não acabou. Sinais e sintomas que levam a suspeitar de Câncer de Próstata. De acordo com o Ministério da Saúde, em 2016 e 2017 foram estimados mais de 61 mil casos novos de câncer de próstata no Brasil, sendo o segundo tipo de câncer mais comum na população masculina no mundo, com aproximadamente 70% dos casos diagnosticados em países mais desenvolvidos, nos quais o acesso ao diagnóstico é disseminado e garantido.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia, estima-se que quase 25% dos portadores de câncer de próstata ainda morrem por causa do tumor, muitos deles devido ao diagnóstico tardio e por falta de acesso. Esta doença acomete a próstata, glândula presente no homem e localizada abaixo da bexiga. Por isso, quando a próstata está aumentada, a eliminação eficiente da urina é impedida, fazendo com que o paciente leve muitos minutos para urinar e não sinta que urinou tudo.

Octavio Fernandes é patologista clínico e vice-presidente de operações do Labi Exames.
Octavio Fernandes é patologista clínico e vice-presidente de operações do Labi Exames.

Quando as células da próstata estão aumentadas em número e descontroladas em crescimento dizemos que há um tumor nesta glândula, que pode ser benigno ou maligno, como é o caso do câncer de próstata. Por isso é necessário que homens a partir de 50 anos e/ou que apresentem qualquer sinal ou sintoma relacionado procurem um médico especialista para realização dos exames necessários como o teste de PSA e o exame de toque retal.

O PSA é um exame feito com a coleta do sangue e mede uma proteína específica da próstata. Quando esta proteína está com índice elevado pode ser indicativo da presença de tumores neste órgão. O exame ajuda a identificar o câncer de próstata logo no início da doença, aumentando assim a chance de sucesso no tratamento e evitando que se desenvolva e chegue a uma fase mais avançada. A dosagem do PSA não deve negligenciar a ida ao urologista e a realização do exame do toque retal. Este deve ser feito anualmente para garantir a saúde do homem acima de 50 anos dando certeza do tamanho, textura e consistência da próstata.

Aproveite o Novembro Azul, mês da saúde do homem e da prevenção do câncer de próstata, para a realização de exames. Certamente este é o foco, mas não se esqueça que a saúde masculina se estende a outras doenças que podem ser diagnósticas precocemente, entre elas diabetes e o seu açúcar, coração e suas gorduras sanguíneas entre outras.

Embarque neste convite maior e transforme o novembro azul no mês da saúde do homem. Se você, homem, que trabalha muito e pouco se cuida, tem interesse em saber como está o seu PSA e a sua saúde, o Labi Exames pode te ajudar. Procure ter uma alimentação saudável e pratique atividade física. Vem com a gente!


 

Confira a ultima edição da Newslab

Mestrado em sinalização celular na Unifesp com bolsa da FAPESP

Uma Bolsa de Mestrado da FAPESP está disponível no âmbito do projeto “Vias de sinalização de dano no DNA: mecanismos de regulação e integração com

Leia mais

Doutorado direto em metabolismo e bioenergética com bolsa da FAPESP

O Projeto Temático “Função e disfunção mitocondrial: implicações para o envelhecimento e doenças associadas”, coordenado pelo professor Aníbal Eugênio Vercesi, da Faculdade de Ciências Médicas da

Leia mais

Estudo mostra que tratamento para câncer colorretal metastático com mutação BRAF resulta em sobrevida global média de 15,3 meses

Os resultados foram anunciados pela Pierre Fabre e Array BioPharma e observados no safety lead in do estudo fase 3 BEACON com a combinação de encorafenibe, binimetinibe

Leia mais

As 7 principais dúvidas sobre a Meningite Meningocócica

A meningite meningocócica é uma doença infecciosa grave que pode matar. A doença esteve em pauta recentemente e isso fez com que houvesse um aumento

Leia mais
Seções
Fechar Menu