fbpx

Exame de elastografia garante eficácia no diagnóstico de doenças de maneira rápida e indolor

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Rápido, eficaz e indolor: assim é o exame de elastografia, que pode prevenir o surgimento de alterações na tireoide, doenças do fígado e nas mamas. Além disso, o exame pode substituir a biópsia em muitos casos de lesões hepáticas, onde o diagnóstico pode ser feito através da elastografia S-Shearwave que ajuda a reduzir o número de biópsias hepáticas convencionais, fornecendo informação quantitativa da característica do tecido.

Em lesões tireoidianas e mamárias, a elastografia é uma técnica de ultrassom que complementa o diagnóstico ao qualificar as regiões a serem puncionadas ou biopsiadas, evitando procedimentos invasivos em regiões desnecessárias ou repetidas vezes por não coletar material necessário para análise.
Por meio dos aparelhos de ultrassons RS80A Prestige e HS70 Prime da Samsung é possível, por exemplo, avaliar uma fibrose hepática, que reflete a saúde e os danos no fígado causados por doenças crônicas, como hepatite, cirrose e presença de gordura.

O exame é simples, não utiliza agulhas e tem alta eficácia no diagnóstico de doenças, evitando dores, cortes e riscos causados por uma biópsia na hora de avaliar a extensão do problema. Além disso, é muito rápido e sua duração é de 5 a 10 minutos.

As tecnologias exclusivas ElastoScan™ do ultrassom Samsung RS80A para mama e tireóide avaliam o cálculo da rigidez dos tecidos, permitindo um diagnóstico seguro e preciso.

“Essa tecnologia inteligente fornece resultados eficazes aos pacientes e evita a realização de exames invasivos e desnecessários, o que permite diminuir os riscos e custos com internações dos pacientes. Os sinais digitais são gerados e recebidos através do poderoso processador de imagem S-Vision e a utilização de transdutores S-Vue, que desempenham um papel importante na obtenção de uma excelente qualidade de imagem e em um diagnóstico preciso”, afirma Marisa Kajita, gerente sênior da divisão de HME da Samsung Brasil.


 

Confira a ultima edição da Newslab

Mestrado em sinalização celular na Unifesp com bolsa da FAPESP

Uma Bolsa de Mestrado da FAPESP está disponível no âmbito do projeto “Vias de sinalização de dano no DNA: mecanismos de regulação e integração com

Leia mais

Doutorado direto em metabolismo e bioenergética com bolsa da FAPESP

O Projeto Temático “Função e disfunção mitocondrial: implicações para o envelhecimento e doenças associadas”, coordenado pelo professor Aníbal Eugênio Vercesi, da Faculdade de Ciências Médicas da

Leia mais

Estudo mostra que tratamento para câncer colorretal metastático com mutação BRAF resulta em sobrevida global média de 15,3 meses

Os resultados foram anunciados pela Pierre Fabre e Array BioPharma e observados no safety lead in do estudo fase 3 BEACON com a combinação de encorafenibe, binimetinibe

Leia mais

As 7 principais dúvidas sobre a Meningite Meningocócica

A meningite meningocócica é uma doença infecciosa grave que pode matar. A doença esteve em pauta recentemente e isso fez com que houvesse um aumento

Leia mais
Seções
Fechar Menu