fbpx

Encontro de reumatologistas apresenta estudo inédito sobre dor crônica

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

O 23º Encontro de Reumatologia Rio-São Paulo vai apresentar informações de um estudo inédito sobre a dor crônica, ainda não publicado, que demonstra que a ocorrência da dor atinge 20% da população em geral, ou seja, das pessoas que estão em casa e ainda não procuraram um serviço médico. Em casos de pessoas que procuram assistência médica, conclui o estudo, que a dor é a principal causa de procura de atendimento médico no mundo.

O levantamento baseou-se em uma metanálise, que é uma técnica estatística que reúne diversos estudos já publicados e faz uma análise dos dados. Entre os países envolvidos na pesquisa estão o Brasil, China, Irã, Cingapura e Malásia. O estudo foi realizado pela Universidade de São Paulo e pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública.

Entre todas as doenças do mundo, o estudo mostra que a dor crônica aparece no top 10 de doenças mais prevalentes na humanidade, em duas situações: dor nas costas  (1º lugar) e a enxaqueca (7º lugar).

Segundo dados que também serão divulgados no dia, a dor lombar é a principal causa de incapacidade por doença no mundo. Ela aparece três vezes mais que o segundo colocado, que é a depressão.

Do top 10 das doenças que mais consomem anos de vida humana, ou seja, que causam sequelas, são quatro causadas por dores: dor lombar, que aparece em primeiro. Depois, dor musculoesquelética, enxaqueca, e a dor cervical, que é no pescoço.

Esses dados serão apresentados durante a aula sobre “fisiopatologia da dor”, ministrada pelo neurologista Daniel Ciampi, que irá abordar novas descobertas nos mecanismos em que se estabelece a dor crônica, bem como relativas ao tratamento dessa condição. A aula ocorre na quinta-feira (14), às 17h, no 23º Encontro Rio-São Paulo de Reumatologia.

Para Ciampi, esses dados são de extrema importância pois, em primeiro lugar, mostram que a dor crônica é algo prevalente e não raro. “Em segundo, é importante para quem faz política pública e vai ter que escolher onde realocar recursos”, explica.

O neurologista diz que a incapacidade que a dor crônica pode causar custa caro para o sistema de saúde público do Brasil, além de também causar efeitos negativos na vida pessoal do paciente.

Dor nas costas causa 83,8 mil casos de auxílio-doença do INSS

A dorsalgia, nome técnico para dor nas costas, foi a doença que mais afastou os brasileiros dos postos de trabalho em 2017. Foram 83,8 mil casos. Nos últimos dez anos, a enfermidade tem liderado a lista de doenças mais frequentes entre os auxílios-doença concedidos pelo INSS.

Para o presidente da SPR- Sociedade Paulista de Reumatologia, o reumatologista e professor da PUC de Campinas, Rubens Bonfiglioli, a maioria dos afastamentos são causados pela sobrecarga dessa região do corpo  em atividades ocupacionais e de lazer  sem os cuidados adequados de postura e condições físicas inadequadas para exercer determinadas ocupações. Por exemplo, são casos de  obesos ou pessoas com flacidez muscular que exerçam esforços repetitivos.

O Encontro

A fisiopatologia da dor e outros assuntos relacionados aos estudos da reumatologia serão discutidos no 23º Encontro Rio-São Paulo de Reumatologia e no 13º Curso de Revisão para Reumatologistas, que serão realizados em São Paulo, nos dias 14, 15 e 16 de março.

O evento é organizado pela Sociedade Paulista de Reumatologia, em conjunto com a Sociedade Brasileira e a do Rio de Janeiro, com intuito de promover a atualização científica dos especialistas, bem como intercâmbio de informações e experiência na área. O encontro vai abordar as principais doenças reumatológicas e os mais recentes métodos diagnósticos, além dos tratamentos disponíveis.

Serão debatidos aspectos referentes ao diagnóstico e tratamento das seguintes doenças: gota, artrite reumatoide, lúpus eritematoso sistêmico, dor, osteoporose, espondiloartrites, vasculites, síndrome antifosfolípide e esclerose sistêmica.


23º Encontro Rio-São Paulo de Reumatologia e 13º Curso de Revisão para Reumatologistas

Hotel Maksoud Plaza: Rua São Carlos do Pinhal, 424 – Bela Vista, São Paulo – SP

  • Dia 14: 8h às 18h10
  • Dia 15: 8h às 18h30
  • Dia 16: 8h30 às 12h

Para conferir o cronograma completo, entre neste link: http://crr.reumatologiasp.org.br/2019/programa.html

Confira a ultima edição da Newslab

Estudo identifica novas funções de molécula envolvida no melanoma

Novos testes em animais e em células de melanoma em cultura mostraram que uma molécula conhecida como RMEL3, presente na maioria dos casos desse tipo

Leia mais

Mestrado em sinalização celular na Unifesp com bolsa da FAPESP

Uma Bolsa de Mestrado da FAPESP está disponível no âmbito do projeto “Vias de sinalização de dano no DNA: mecanismos de regulação e integração com

Leia mais

Doutorado direto em metabolismo e bioenergética com bolsa da FAPESP

O Projeto Temático “Função e disfunção mitocondrial: implicações para o envelhecimento e doenças associadas”, coordenado pelo professor Aníbal Eugênio Vercesi, da Faculdade de Ciências Médicas da

Leia mais

Estudo mostra que tratamento para câncer colorretal metastático com mutação BRAF resulta em sobrevida global média de 15,3 meses

Os resultados foram anunciados pela Pierre Fabre e Array BioPharma e observados no safety lead in do estudo fase 3 BEACON com a combinação de encorafenibe, binimetinibe

Leia mais
Seções
Fechar Menu