fbpx

Como é feito o diagnóstico da asma

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

O diagnóstico da asma é predominantemente clínico (realizado por um médico) e se baseia na presença dos sintomas de tosse (seca ou com eliminação de muco transparente semelhante à clara de ovo), chiado no peito, falta de ar, sensação de aperto no peito de forma repetida ou contínua, pela presença de histórico pessoal ou familiar de doenças alérgicas (a própria asma em pais ou outras doenças como rinite e dermatite atópica) e pela melhora dos sintomas com o uso de medicamento que dilata os brônquios (broncodilatadores).

Os sintomas, em geral, são desencadeados pela inalação de substâncias da poeira, odores fortes irritativos para as vias respiratórias (perfumes, produto de limpeza), fumaça de cigarro, ar frio e seco (ar refrigerado), exercícios/brincadeiras ou infecções respiratórias (resfriados e gripes).

“Contudo, outros exames podem ajudar a confirmar essa suspeita, como a espirometria (exame de sopro). Em muitos pacientes, a asma pode ser acompanhada por sintomas no nariz (rinite) tais como coceira, espirros, coriza e fungação. Testes alérgicos deverão ser realizados para verificar se a doença tem uma natureza alérgica ou não”, explica o Coordenador do Departamento Científico de Asma da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI), Dr. Flávio Sano.

Diante desses sintomas, é provável que se trate de asma e o médico deve, então, avaliar se o paciente tem alergia (por meio de testes alérgicos na pele ou no sangue) e também realizar uma prova de função respiratória, a espirometria, para avaliar o grau de comprometimento da função dos pulmões.


Fonte: Gengibre Comunicação


 

Confira a ultima edição da Newslab

UFMG abre inscrições para Simpósio do Programa de Pós-Graduação em Análises Clínicas e Toxicológicas

Estão abertas as inscrições para o I Simpósio do Programa de Pós-Graduação em Análises Clínicas e Toxicológicas – Inovação e Tecnologia, realizado pela Faculdade de Farmácia

Leia mais

CLOVER A1C da Bio Advance oferece maior qualidade e alta eficiência na dosagem de hemoglobina glicada

Dotado de tecnologia única o CLOVER A1C permite ao usuário eficiência e acurácia muito além de qualquer outro produto encontrado no Brasil. Sua base de

Leia mais

Empresas brasileiras participam de feira de laboratório e diagnóstico nos Estados Unidos

Pavilhão brasileiro na AACC integra o Brazilian Health Devices, projeto da ABIMO em parceria com a Apex-Brasil   A edição de 2019 da AACC – American

Leia mais

Shift, empresa brasileira de tecnologia da informação para medicina diagnóstica, irá expandir para o Paraguai

A Shift, empresa brasileira de Tecnologia da Informação para medicina diagnóstica, acaba de conquistar um novo cliente em mais um país: o Paraguai. Dessa forma, a empresa passa atuar

Leia mais
Seções
Fechar Menu