fbpx

Citologia em Base Líquida Ginecólogica ThinPrep: Benefícios sobre o Papanicolaou convencional

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Conheça os benefícios que a Citologia em Base Líquida Ginecológica ThinPrep traz para o seu laboratório e suas pacientes

Mais de 250 estudos científicos independentes corroboram o melhor desempenho da citologia em base líquida ginecológica ThinPrep para identificar lesões precursoras de baixo grau (LSIL), lesões precursoras de alto grau (HSIL) e lesões precursoras de enfermidade glandular, quando comparado com o desempenho da citologia convencional. Além disso, a citologia em base líquida ginecológica ThinPrep também apresenta uma incontestável superioridade na obtenção de amostras satisfatórias para análise, com índices importantes de adequabilidade e homogeneização de coloração.

O método citológico convencional não é, como se supõe, um método barato e eficaz. Ele é um método geralmente mal remunerado e é bastante limitado, com índices de sensibilidade em torno de 50%, semelhante em probabilidade de acerto ao “cara-ou-coroa” de uma moeda. Seus altíssimos índices de falsos-negativos comprometeram sua existência e demandaram a introdução de um método de preparo que evitasse vieses de coleta e preparação, em parte, pela extrema preocupação com a reprodutibilidade dos diagnósticos citológicos.

A coleta do exame Papanicolau convencional consiste na raspagem de células do colo do útero, com o auxílio de uma espátula ou escova, seguida de um procedimento de espalhamento (esfregaço) de uma parte das células coletadas em uma lâmina de vidro, seguida da fixação das células na lâmina em álcool absoluto e posterior coloração das mesmas para visualização em microscópio.

Neste procedimento, cerca de 80% das células coletadas, percentual que muitas vezes contém células informativas de lesões precursoras ou malignas, são descartadas junto com a escova ou espátula. Apenas 20% das células coletadas é transferida para a lâmina de microscopia e é totalmente aleatório se neste processo de transferência haverá a transferência de células informativas.

Após o procedimento de coloração, o aspecto das lâminas pode se mostrar bastante comprometido por artefatos da técnica – elementos escurecedores, tais como muco, profusão de células inflamatórias e de hemácias – que são os principais responsáveis por resultados falso-negativos. Além disso, a área observacional da lâmina convencional é ampla e irregular, apresentando com frequência sobreposição de células (o que dificulta a identificação) e células cuja real morfologia foi prejudicada pelo procedimento de espalhamento e fixação.

A citologia em base líquida ginecológica

ThinPrep, por sua vez, consiste em um exame de Papanicolaou no qual a coleta das células é realizada através do uso de uma escova (para coletar as células presentes dentro do canal cervical) e de uma espátula (para coletar as células presentes na superfície exterior do colo de útero) que são, posteriormente, agitadas em um frasco de meio preservante líquido.

Virtualmente 100% das células coletadas pela escova e pela espátula se descolam e ficam em suspensão no meio conservante. Assim, a fixação é mais eficiente e preserva a real morfologia das células e a coloração é de melhor qualidade. A citologia em base líquida ginecológica ThinPrep concentra as células a áreas menores da lâmina, agilizando a leitura manual. A disposição das células é homogênea, reprodutível, melhorando a individualização das mesmas e suas interpretações.

Além disso, a citologia em base líquida ThinPrep também permite que a amostra de células remanescente da preparação da lâmina microscópica seja utilizada em testes de biologia molecular para detectar o Papilomavírus Humano (HPV), e infecções sexualmente transmissíveis (IST) como a clamídia e os gonococos, dentre outros patógenos.

A preparação da lâmina microscópica da citologia em base líquida é realizada em instrumentos semi-automatizados (ThinPrep Processor 2000) ou completamente automatizados (ThinPrep Processor 5000 / 5000 Auto Loader) e utiliza-se de uma etapa de filtragem do líquido que impede que as eventuais hemácias e células inflamatórias e os elementos de obscurecimento presentes na amostra sejam transferidos para a lâmina.

Além disso, as duas opções de instrumentos para leitura automatizada de lâminas microscópicas de citologia em base líquida ginecológica ThinPrep: o ThinPrep Imaging System (para laboratórios de grande demanda) e o Integrated Imager (para laboratórios de baixa a média demanda) apresentam uma detecção mais sensível e específica de ASCUS e NIC II/NIC III e uma redução da taxa de resultados falso-negativos de 39% quando comparada com a leitura manual.

A citologia em base líquida ginecológica ThinPrep, desenvolvida pela Hologic Inc., se converteu no método citológico de rastreamento de câncer de colo de útero mais utilizado nos EUA, tornando-se o método de eleição para citologia ginecológica dos gigantes conglomerados norte-americanos LabCorp e Quest.

Sobre a Hologic

A Hologic (https://www.hologic.com) é uma empresa líder de mercado em mamografia e biópsia de mama e pioneira na criação de tecnologia para mamografia digital. Desenvolve, fabrica e fornece sistemas médicos de imagem e diagnóstico relacionados com a saúde feminina e também tecnologias de imagem digital para aplicações gerais de radiografia e mamografia. Com a missão de ajudar as mulheres a terem vidas mais longas e saudáveis, a Hologic une tecnologia de ponta e ótimo custo-benefício, para oferecer diagnósticos e tratamentos mais precisos e cada vez menos invasivos. No Brasil, seus equipamentos já estão presentes em hospitais de referência, além de clínicas espalhadas por todo o país.

Sobre Papanicolau ThinPrep

O teste de Papanicolau ThinPrep foi aprovado pela Food and Drugs Administration (FDA) dos EUA em 1996. Desde sua introdução, o teste se tornou o mais utilizado no país e é usado por 90% dos 50 principais Melhores Hospitais dos EUA para Ginecologia. É o único teste aprovado pela FDA para uso com todos os testes adjuntos de HPV e vários testes podem ser feitos a partir da mesma amostra.

Contato:

Hologic Latin America

[email protected]

+55 11 3758 2075

 

Confira a ultima edição da Newslab

Seções
Fechar Menu