Fertilidade – Testes inovadores de diagnóstico estão mudando os padrões da saúde da mulher

A idade média feminina no primeiro parto aumentou de forma constante nas últimas décadas. Este adiamento leva casais a tentarem ter filhos durante um período em que a fertilidade feminina já está em declínio, já que as mulheres nascem com todo o seu suprimento de óvulos para serem utilizados ao longo da vida.

Problemas de fertilidade afetam 1 em cada 10 casais em todo o mundo. A disfunção ovulatória é a maior causa de infertilidade.

Teste inovador – Marcador AMH

Já existem laboratórios, até mesmo de baixo volume, com equipamentos de alta tecnologia, confiáveis, realizando um teste inovador e rápido que fornece suporte para decisões críticas e melhor gerenciamento da saúde da mulher ao longo de suas vidas através do marcador hormonal AMH.

O Hormônio Anti-Mülleriano (HAM ou AMH) é um marcador muito importante e preciso da reserva ovariana – quantidade restante de óvulos no ovário.

Entre suas vantagens está o fato de não variar ao longo do ciclo menstrual, como o FSH e LH e poder ser realizado mesmo em uso de anticoncepcionais. Quanto mais alto o seu valor, maior a reserva ovariana da mulher, ou seja, maior o número de óvulos restantes.

Este teste pode predizer quais mulheres grávidas irão ou não desenvolver essa condição com maior certeza do que os exames diagnósticos tradicionais.
Se você é uma mulher com problemas de fertilidade peça ao seu médico que solicite o teste, o resultado é rápido e pode nortear com precisão o tratamento.

Confira a ultima edição da Newslab

Seções

Desenvolvido por Izy.Digital

Av. 9 de julho, 3229 – Sl. 412 – Jardim Paulista – São Paulo – SP | Telefone: (11) 3900-2390

Fechar Menu