fbpx

Kit da EBRAM oferece mais rapidez ao diagnóstico de Lúpus eritematoso sistêmico

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

De acordo com dados do Ministério da Saúde, o Lúpus eritematoso sistêmico (LES) é uma doença autoimune sistêmica caracterizada pela produção de autoanticorpos, formação e deposição de imunocomplexos, inflamação em diversos órgãos e dano tecidual. Sua etiologia permanece ainda pouco conhecida, porém sabe- se da importante participação de fatores hormonais, ambientais, genéticos e imunológicos para o surgimento da doença. As características clínicas são polimórficas, e a evolução costuma ser crônica, com períodos de exacerbação e remissão. 

Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, o LES afeta indivíduos de todas as raças, sendo 9 a 10 vezes mais freqüente em mulheres durante a idade reprodutiva.  A incidência estimada em diferentes locais do mundo é de aproximadamente 1 a 22 casos para cada 100.000 pessoas por ano, e a prevalência pode variar de 7 a 160 casos para cada 100.000 pessoas.  No Brasil, estima-se uma incidência de LES em torno de 8,7 casos para cada 100.000 pessoas por ano, de acordo com um estudo epidemiológico realizado na região Nordeste.  A mortalidade dos pacientes com LES é cerca de 3 a 5 vezes maior do que a da população geral e está relacionada a atividade inflamatória da doença, especialmente quando há acometimento renal e do sistema nervoso central (SNC), a maior risco de infecções graves decorrentes da imunossupressão e, tardiamente, às complicações da própria doença e do tratamento, sendo a doença cardiovascular um dos mais importantes fatores de morbidade e mortalidade dos pacientes.   

Mesmo não sendo um teste específico, a determinação de Anti-DNA é considerado como um marcador diagnóstico para LES, segundo critérios do ACR (American College of Rheumatology), pois sugere a presença de autoanticorpos, podendo direcionar o raciocínio clínico e a investigação laboratorial para a pesquisa de autoanticorpos específicos. 

A positividade para Anti-DNA pode variar, dependendo da atividade ou órgão de manifestação da doença sendo > 95% no LES com o comprometimento renal, > 90-70% no LES ativo sem comprimento renal e <40% no LES inativo. 

Kit da EBRAM para diagnóstico de Lúpus eritematoso sistêmico

O kit de LES – LÁTEX EBRAM é uma suspensão estabilizada de partículas de látex de poliestireno sensibilizadas com DNP (desoxirribonucléico protéico) que em contato com soro humano que contém anticorpos do DNP (AntiDNP) forma uma visível aglutinação no tempo máximo de 2 minutos. Anticorpos anti-DNP são demonstrados por vários procedimentos de laboratório que incluem o teste das células LE, imunofluorescência e aglutinação das partículas de látex. 

Fonte: PORTARIA Nº 100, DE 7 DE FEVEREIRO DE 2013 –  MINISTÉRIO DA SAÚDE (Secretaria de Atenção à Saúde). E Site do Centro de Sorologia de Vitória – Doenças Autoimunes (csvlab.com.br/download/Doencas-autoimunes-LES-e-AR.pdf). 

Confira a ultima edição da Newslab

Seções
Fechar Menu