fbpx

Wolters Kluwer Health lança kit para auxiliar em crises de abstinência de opioides para pacientes superarem vício

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Com mais de 130 pessoas morrendo de overdose de opioides todos os dias, os sistemas de saúde dos Estados Unidos estão implementando equipes multifuncionais para reduzir os casos, tratar dependência e vício e prevenir o transtorno de uso de opiáceos iatrogênicos, o que pode começar enquanto os pacientes estão recebendo cuidados.

Para ajudar neste tipo de empreitada, a Wolters Kluwer Health está lançando um kit de ferramentas abrangente para sistemas de saúde e cadeias de farmácias abordarem a variabilidade do cuidado no tratamento da dor relacionada a opioides e conter a epidemia de opiáceos.

“Nossa abordagem para a crise opioide tem como alvo não apenas os comportamentos dos pacientes, mas também os da equipe de atendimento. Precisamos abordar a variabilidade do cuidado em cada ponto de contato com o paciente – médicos, enfermeiros e farmacêuticos – ao mesmo tempo em que promovemos o uso mais seguro de opioides entre os pacientes. Para conseguir isso, as equipes de atendimento devem estar alinhadas em suas decisões para garantir uma assistência consistente durante toda a jornada de terapia da dor “, diz Priti Shah, vice-presidente de Produtos e Soluções para Eficácia Clínica da Wolters Kluwer Health.

E no que consiste o Wolters Kluwer Opioid Toolkit? Em hospitais, clínicas e centros de saúde comunitários, seja durante uma consulta ou internação hospitalar, os pacientes muitas vezes iniciam sua jornada de tratamento da dor com uma enfermeira, médico ou outro profissional de saúde. O conteúdo baseado em evidências do UpToDate, por exemplo, ajuda médicos a avaliar se os opioides são apropriados. Somente em 2018, os tópicos do UpToDate relacionados ao tratamento de opiáceos e dor foram consultados por médicos mais de 4,5 milhões de vezes.

Quando um médico determina que os opioides são necessários, o próximo passo do paciente na jornada de tratamento da dor é na farmácia, seja ela em um hospital ou no varejo. No momento de preparar a prescrição, farmacêuticos consultam o Lexicomp para verificar a dosagem de medicação opioide.

Já o produto Medi-Span CNS de Interações com Depressores, por exemplo, ajuda médicos e farmacêuticos a verificarem se há interações opiáceas de alto risco que possam afetar o sistema nervoso central, incluindo a perigosa combinação de opioides, benzodiazepínicos e relaxantes musculares centrais.

Em um estudo recente do KLAS, apenas sete dos 112 provedores de saúde pesquisados caracterizaram seus esforços para promover o uso apropriado e seguro como “avançado”, com múltiplas tecnologias e estratégias. A conclusão foi que organizações mais desenvolvidas relataram que uma abordagem multifacetada – consistindo em regras internas, parceiros de tecnologia, opções alternativas de tratamento, prescrições eletrônicas para substâncias controladas e legislação apropriada – é necessária para uma gestão eficaz de opiáceos. As instituições que adotam esse tipo de intervenção perceberam ganhos significativos em sua luta contra o uso indevido de opioides.

Sobre a Wolters Kluwer

 

A Wolters Kluwer N.V. (AEX: WKL) é líder global em serviços de informação e soluções para profissionais nas áreas de saúde, fiscal e contábil, risco e compliance, finanças e jurídica. Por meio de soluções especializadas, que combinam profundo conhecimento com serviços e tecnologia, ajudamos nossos clientes todos os dias a tomarem decisões críticas.

A Wolters Kluwer Health é líder mundial no fornecimento de soluções e informações para o momento de cuidados ao paciente para a indústria de saúde. Para mais informações sobre nossos produtos e sobre a companhia, visite nosso site, siga @WKHealth ou @Wolters_Kluwer no Twitter, curta nossa página no Facebook, siga-nos no LinkedIn, ou no WoltersKluwerComms no YouTube.

Confira a ultima edição da Newslab

Seções
Fechar Menu