fbpx

SBUSP promove mutirão de dúvidas na Paulista para alertar o homem sobre saúde e prevenção do câncer de próstata

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Dados da American Cancer Society mostra que, cerca de 1 em 7 homens será diagnosticado com a doença durante a vida

Com o objetivo de conscientizar o homem sobre a importância de cuidar da saúde como um todo e, em especial, o aparecimento do câncer de próstata, a Sociedade Brasileira de Urologia de São Paulo, realiza a campanha Novembro Azul, com diversas ações programadas para a capital paulista.

Na sexta agora, 10 de novembro, das 12h às 15h, no Conjunto Nacional da Avenida Paulista, haverá um Mutirão para esclarecimento de dúvidas sobre a doença, tipos de tratamentos, idade indicada para iniciar os exames de prevenção como o Antígeno Específico da Próstata (PSA – sigla em inglês) e toque retal.

Já no domingo, dia 12 de novembro, das 10h às 12h, ocorrerá uma caminhada no Parque do Povo, na zona sul, com o objetivo de chamar a atenção do público masculino sobre a importância de cuidar da saúde de forma integral para ter mais qualidade de vida e longevidade. O encontro é aberto aos visitantes.

Conscientização nas Rodovias Estaduais e no Aeroporto de Guarulhos
Durante todo o mês de novembro, a campanha terá destaque nos painéis de mensagens eletrônicas das principais rodovias do Estado de São Paulo, como Ayrton Senna, Carvalho Pinto, Tamoios e outras. No dia 23 de novembro, a partir das 7h, médicos da SBUSP concederão palestras de conscientização sobre saúde masculina e prevenção do câncer de próstata para funcionários e passageiros do Aeroporto Internacional de Guarulhos.

Para o urologista Flavio Trigo, presidente da SBUSP, professor Livre-Docente de Urologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, se a doença for diagnosticada logo no início aumenta-se em 90% as chances de cura. Por isso, a detecção precoce e o cuidado em geral com a saúde são essenciais, já que na fase inicial o paciente não apresenta sintomas.

“Homens com fatores de risco de câncer de próstata na família, raça negra e obesidade devem iniciar a prevenção após os 45 anos. Já os que não apresentam risco, a prevenção é acima dos 50 anos”, diz o médico que também é coordenador do Centro de Incontinência Urinária do Hospital Sírio-Libanês.

Dados

Segundo o INCA – Instituto Nacional de Câncer, a estimativa é que, em 2017, tenhamos cerca de 61.200 mil casos de câncer de próstata diagnosticados no País. Só no Estado de São Paulo são 291.090 registros. O câncer de próstata é a segunda principal causa de óbitos e a mais comum entre os homens em todo o mundo, depois do câncer de pulmão.
Dados da American Cancer Society revelou que, cerca de 1 em 7 homens será diagnosticado com câncer de próstata durante a vida.

Prevenção

O diagnóstico é feito por meio do toque retal (exame digital da próstata), onde é avaliada as características da glândula e, se detectado um nódulo endurecido, será indicada a biópsia. Um outro exame complementar é o PSA, que é uma glicoproteína produzida pela glândula prostática normal, diagnosticada no exame de sangue.

Vale lembrar que, a prevenção de doenças não se restringe apenas ao câncer de próstata, mas também outras patologias como hipertensão, obesidade, diabetes, que precisam ser prevenidas e tratadas. “O homem deve levar uma vida equilibrada, fazer exercícios físicos, se alimentar bem, evitar o consumo excessivo de carne vermelha e buscar o urologista que é o especialista indicado para orientar o melhor tratamento. ”, finaliza Trigo.


 

Confira a ultima edição da Newslab

Vacinação contra malária irá iniciar para crianças em 3 países da África, anuncia OMS

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), em comunicado divulgado hoje (23), terá inicio a implementação da primeira vacina contra a malária. Causada por protozoários

Leia mais

EUA registram 71 novos casos de sarampo e enfrentam novo surto da doença

O sarampo, doença infecciosa transmitida por vírus da família Paramyxoviridae e do gênero Morbillivirus, é uma doença altamente contagiosa que deixou muitos mortos ao longo da história. A vacina

Leia mais

Obesidade em foco na ciência: Unicamp cria primeiro laboratório de imunometabolismo do país

Recentemente, diante do fenômeno global de aumento da obesidade, surgiu a necessidade de integrar dois campos de conhecimento que poderiam parecer distintos: imunologia e metabolismo.

Leia mais

Menina britânica que realizou cirurgia auditiva pioneira passa a ouvir e aprende a falar

Leia Armitage, uma menina britânica de 7 anos, nasceu com um tipo raro de surdez profunda. Uma cirurgia pioneira feita por médicos ingleses foi capaz

Leia mais
Seções
Fechar Menu