fbpx

Lúpus Eritematoso Sistêmico

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

O que é lúpus?

O lúpus, ou lúpus eritematoso sistêmico (LES), é uma doença autoimune de causa desconhecida que pode afetar qualquer parte do corpo. Assim como ocorre em outras doenças autoimunes, o próprio sistema imunológico ataca as células e tecidos do corpo, resultando em inflamação e dano tecidual.

Dentre os diversos tipos de doenças autoimunes, o lúpus está entre as mais comuns, pode se manifestar em diversos órgãos de forma lenta ou agressiva. Os órgãos mais atingidos pela doença são as articulações, os rins, cérebro e a pele.

Causas e sintomas.

Embora ainda não se conheça a causa específica para o desenvolvimento do lúpus, sabe-se que a doença é resultado de uma propensão genética somada a fatores hormonais e ambientais.

Apesar de afetar pessoas de qualquer idade, sexo e raça, o lúpus é mais incidente entre os 20 e os 45 anos. Estimativas indicam que no Brasil existam cerca de 65.000 pessoas com lúpus, a maioria delas são mulheres.

Os sintomas variam bastante, a gravidade da doença será definida de acordo com os órgãos afetados, sendo assim, o tratamento também vai depender dos sintomas e da sua intensidade.

 

Lupussintomas-01-01

Diagnóstico

Pessoas que apresentam sintomas característicos da doença podem ser encaminhadas pelo médico para realização de testes laboratoriais como o FAN (Pesquisa de autoanticorpos anticélula).

No DB o exame FAN é realizado por meio de amostra de soro refrigerado, utilizando a técnica de Imunofluorescência Indireta (IFI) da mais avançada tecnologia. Todo o processo é automatizado, desde o preparo das lâminas até a leitura destas em que são registradas três imagens de cada amostra e analisadas uma a uma por um analista especialista.

O resultado é liberado e enviado direto ao sistema. Esse processo agiliza a liberação dos resultados, além de toda a rastreabilidade da amostra e o histórico das imagens, com controle de qualidade adequado. Os resultados são liberados conforme os critérios dos Consensos Brasileiro e Internacional (ICAP) para o exame FAN em células Hep-2.

É importante ressaltar que o resultado do FAN deve ser interpretado em conjunto aos sintomas clínicos apresentados, e exames complementares solicitados pelo médico.


Fonte: Sociedade Brasileira de Reumatologia. Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES). Disponível em: <http://reumatologia.org.br/2016/02/01/lupus-eritematoso-sistemico-les/> Acesso em: 29 de Maio de 2016.


Contato Diagnósticos do Brasil
Telefone: 41 3299-3400
Site: www.diagnosticosdobrasil.com.br


 

Confira a ultima edição da Newslab

Estudo revela capacidade de identificar mal de Parkinson até 20 anos antes e pode levar à imenso progresso

Reprodução de BBC  Exames realizados em um pequeno número de pacientes considerados de alto risco mostraram disfunções no sistema de serotonina do cérebro, que controla

Leia mais

[Artigo Científico] Leucemia Linfoide Aguda: aspectos gerais e métodos diagnósticos

LEUCEMIA LINFÓIDE AGUDA: ASPECTOS GERAIS E MÉTODOS DIAGNÓSTICOS (REVISÃO) July Mayene Rebouças¹ , Luciana Nogueira Rebouças¹, Francisco Edson Ferreira Paz¹, Willer Malta De Sousa². 1Bacharéis

Leia mais

Vírus geneticamente modificado por grupo de pesquisadores combate o câncer de próstata

Conteúdo reproduzido: Peter Moon  |  Agência FAPESP Pesquisadores do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp) conseguiram manipular geneticamente um tipo de vírus

Leia mais
Seções
Fechar Menu