fbpx

Novo biomarcador de diagnóstico – Finecare Procalcitonina (PCT) Teste Rápido Quantitativo

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

A sepse é um conjunto de manifestações graves em todo o organismo produzidas por uma infecção. A sepse era conhecida antigamente como septicemia ou infecção no sangue. Hoje é mais conhecida como infecção generalizada.

Na verdade, não é a infecção que está em todos os locais do organismo. Por vezes, a infecção pode estar localizada em apenas um órgão, como por exemplo, o pulmão, mas provoca em todo o organismo uma resposta com inflamação numa tentativa de combater o agente da infecção. Essa inflamação pode vir a comprometer o funcionamento de vários dos órgãos do paciente.

Por isso, o paciente pode não suportar e vir a falecer. Esse quadro é conhecido como disfunção ou falência de múltiplos órgãos. É responsável por 25% da ocupação de leitos em UTIs no Brasil. Atualmente a sepse é a principal causa de morte nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e uma das principais causas de mortalidade hospitalar tardia, superando o infarto do miocárdio e o câncer. Tem alta mortalidade no país, chegando a 65% dos casos, enquanto a média mundial está em torno de 30-40%. Segundo um levantamento feito pelo estudo mundial conhecido como Progress, a mortalidade da sepse no Brasil é maior que a de países como Índia e a Argentina.

A doença é a principal geradora de custos nos setores público e privado. Isto é devido a necessidade de utilizar equipamentos sofisticados, medicamentos caros e exigir muito trabalho da equipe médica. Em 2003 aconteceram 398.000 casos e 227.000 mortes por choque séptico no Brasil com destinação de cerca de R$ 17,34 bilhões ao tratamento.


Fonte: Site ILAS https://ilas.org.br/o-que-e-sepse.php


O aumento da percepção sobre a gravidade da sepse é fundamental entre os médicos de todas as especialidades, para que a detecção seja precoce e o paciente possa ser adequadamente encaminhado para os serviços nos quais os cuidados possam ser prestados. Nesse sentido, estratégias de divulgação entre a classe médica são fundamentais para que a situação possa ser controlada.

A Procalcitonina (PCT), peptídeo precursor da calcitonina, hormônio envolvido na homeostase do cálcio, apresenta níveis séricos extremamente reduzidos em indivíduos normais (0,1 a 0,5ng/ml). Em resposta a estímulo infeccioso bacteriano o nível sérico da Procalcitonina se eleva de forma substancial e o seu papel na resposta inflamatória inclui funções quimiotáxicas, modulação do óxido nítricosintetase induzível e indução de citocinas, entre outras.

Vários estudos demonstraram que a Procalcitonina apresenta elevada sensibilidade e especificidade para distinguir SIRS (Síndrome da Resposta Inflamatória Sistêmica) de sepse, pneumonia bacteriana de outros processos inflamatórios pulmonares e necrose pancreática de necrose séptica do pâncreas. Determinações seriadas de PCT têm sido utilizadas para determinar o tempo de tratamento de pneumonias e outras infecções.

Recomenda-se que pacientes admitidos na UTI com sepse presumida/choque séptico tenha os níveis de PCT analisados na admissão e a medida repetida durante os próximos 2 dias. As decisões relativas à antibioticoterapia podem então ser tomadas com base na dinâmica da PCT e nos dados clínicos específicos do paciente. De acordo com estudos publicados

Normal:  <0,1 ng/mL (Crianças lactentes >72 horas e adultos)

Suspeita de Sepse: Considerar iniciar antibióticos em todos os pacientes instáveis

  • 0.1 – 0.5 ng/mL – Baixa probabilidade de sepse; antibióticos não indicados.
  • 0.5 ng/mL – Aumento da probabilidade de sepse; Antibióticos indicados.
  • 2.0 ng/mL – Alto risco de sepse/choque séptico; antibióticos fortemente indicados.


 

A Celer Biotecnologia oferece o produto Finecare Procalcitonina (PCT) Teste Rápido Quantitativo que é utilizado para determinar quantitativamente a Procalcitonina, presente em amostras de soro, plasma ou sangue total, através da imunodetecção por fluorescência.

O Finecare Procalcitonina (PCT) Teste Rápido Quantitativo é de fácil manipulação e tem a linearidade de: 0,1 a 100,0ng/ml e o tempo de reação é de 15 minutos, e o melhor equipamento de testes por Imunofluorescência do mercado, com perfil amplo para ser utilizado em UTIs, CTIs e atendimentos de urgência, contate um dos nossos distribuidores em sua região, consulte nosso site www.celer.ind.br.


Rua Padre Eustáquio , 1133 – Subloja 11  Belo Horizonte –MG

(31) 3413-0814  / [email protected]

www.celer.ind.br

Confira a ultima edição da Newslab

Seções
Fechar Menu