fbpx

Detecção de agentes patológicos através do RNA: Mais um passo rumo ao futuro

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Conheça a Amplificação Mediada por Transcrição (TMA) e seus benefícios

A tecnologia de amplificação mediada por transcrição, ou TMA, chega ao Brasil trazida pela Hologic Inc, através dos reagentes de biologia molecular da linha APTIMA e do instrumento Panther System.

Ao contrário dos testes que buscam a presença do DNA dos patógenos, os testes que buscam a presença do RNA dos patógenos permitem a identificação de vírus com transcrição ativa (se o alvo for RNAm) ou maior sensibilidade devido a maior concentração de moléculas de alvo (se o alvo for RNAr). Os testes de RNAm têm apresentado uma maior especificidade enquanto mantém a mesma sensibilidade dos testes de DNA. Os testes de RNAr têm apresentado um aumento de cerca de 10% na sensibilidade quando comparados com os testes de DNA.

O método convencional de amplificação de um alvo de RNA (conhecido como RT-PCR) requer um passo inicial de conversão da molécula alvo de RNA para cDNA pela enzima transcriptase reversa, seguido por um método de amplificação de DNA em separado que exige a ciclagem da temperatura para a realização das etapas de desnaturação, anelamento e extensão.

A TMA é uma tecnologia de amplificação isotérmica, ou seja, é um método de amplificação direta de moléculas alvo de RNA ou de DNA através do uso das enzimas transcriptase reversa e RNA polimerase, a uma temperatura constante compreendida entre 37-42°C. Devido ao fato do RNA ser uma parte integral do ciclo de amplificação da TMA, esta tecnologia apresenta uma excelente sensibilidade para alvos de RNA, sejam eles de RNA mensageiro celular (mRNA), RNA viral ou RNA ribossômico (rRNA), que está tipicamente compreendida entre < 10 cópias de mRNA e < 50 cópias de rRNA. O produto final gerado pela TMA, consiste de moléculas de RNA de fita simples, denominadas amplicons, que não necessitam de uma etapa de desnaturação antes de serem submetidas à uma metodologia de detecção baseada em sondas específicas.

A obtenção das moléculas de RNA alvo para a amplificação por TMA é realizada previamente através da tecnologia de Captura dos Alvos, exclusiva da Hologic Inc., que compreende o isolamento específico somente do RNA alvo presente na amostra, através do uso de micropartículas magnéticas ligadas a oligômeros de captura complementares a sequencias de regiões do RNA alvo, durante um passo de hibridização. As micropartículas ligadas ao RNA alvo são atraídas para o lado do tubo de reação por magnetos, o que permite a aspiração do sobrenadante e a lavagem das micropartículas, para a remoção de matrizes de amostra residuais que possam conter inibidores da amplificação.

A detecção dos amplicons produzidos pela TMA é obtida através de um ensaio de proteção da hibridização (HPA), que se utiliza de sondas de ácidos nucléicos de fita simples marcadas com moléculas quimioluminescentes, complementares ao amplicon, que se ligam especificamente aos RNA alvos amplificados. A adição de um reagente de seleção diferencia entre sondas hibridizadas e não hibridizadas através da inativação da marcação das sondas não hibridizadas. Na etapa de detecção, a luz emitida pelos complexos RNA alvo: DNA marcado é mensurada como sinais fotônicos, denominados Unidades de Luz Relativas (URL), em um luminômetro. A detecção dos amplicons produzidos pela TMA também pode ser obtida através do uso de sondas fluoroforas específicas ao RNA alvo, cuja fluorescência é detectada em tempo real.

Atualmente, os reagentes da linha APTIMA permitem a detecção dos agentes patogênicos Chlamydia trachomatis, Neisseria gonorrhoeae, Trichomonas vaginalis, HPV, HIV-1, HCV, HBV, HSV 1/2, Zika Vírus e Mycoplasma genitalium. Estão em desenvolvimento os reagentes para detecção dos agentes causadores das bacterioses vaginais, das vaginites relacionadas com Candida sp., e do CMV.

O Panther System realiza todas as etapas dos ensaios da linha APTIMA – Captura dos Alvos, TMA e HPA/Tempo Real – de maneira automatizada. Trata-se do único sistema a oferecer automação amostra-resultado real – não há necessidade de remoção de tubos ou microplacas de um instrumento para outro pelo operador – e a apresentar acesso contínuo e aleatório, em que existe a liberdade de processar entre uma única amostra e a capacidade completa do sistema, sem necessidade de agrupar amostras para formar um lote antes de cada processamento. Além disso, apresenta o menor tempo de manipulação pelo operador e ocupa o menor espaço de apoio quando comparado com seus concorrentes. Outra inovação deste sistema é o processamento de até quatro ensaios de alvos diferentes e de amostras de urina, plasma, escovados cervico-vaginais e secreções vaginais e uretrais em uma mesma rotina.  Sua habilidade de processar múltiplos ensaios em uma mesma amostra de maneira concomitante e de processar amostras emergenciais diminui o tempo de resposta e minimiza o trabalho do operador. A consolidação de todos os ensaios da linha APTIMA em um mesmo instrumento, único, maximiza a eficiência dos recursos e libera o tempo do operador para realizar testes adicionais ou outras tarefas.

Panther System e APTIMA: bem-vindos ao futuro!

Sobre a Hologic

A Hologic (https://www.hologic.com) é uma empresa líder de mercado em mamografia e biópsia de mama e pioneira na criação de tecnologia para mamografia digital. Desenvolve, fabrica e fornece sistemas médicos de imagem e diagnóstico relacionados com a saúde feminina e também tecnologias de imagem digital para aplicações gerais de radiografia e mamografia. Com a missão de ajudar as mulheres a terem vidas mais longas e saudáveis, a Hologic une tecnologia de ponta e ótimo custo-benefício, para oferecer diagnósticos e tratamentos mais precisos e cada vez menos invasivos. No Brasil, seus equipamentos já estão presentes em hospitais de referência, além de clínicas espalhadas por todo o país.

Sobre Papanicolau ThinPrep

O teste de Papanicolau ThinPrep foi aprovado pela Food and Drugs Administration (FDA) dos EUA em 1996. Desde sua introdução, o teste se tornou o mais utilizado no país e é usado por 90% dos 50 principais Melhores Hospitais dos EUA para Ginecologia. É o único teste aprovado pela FDA para uso com todos os testes adjuntos de HPV e vários testes podem ser feitos a partir da mesma amostra.


Contato:

Hologic Latin America

[email protected]

+55 11 3758 2075

Confira a ultima edição da Newslab

Seções
Fechar Menu