fbpx

Agende-se já para o mais importante congresso de Saúde Digital e Telemedicina da América Latina

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Idealizado pela Associação Paulista de Medicina, evento ocorre de 3 a 6 de abril, no Transamerica Expo Center, com os mais renomados e respeitados especialistas de todo o mundo

Nunca antes na história deste País (nem da América Latina) foi visto algo nem ao menos semelhante, em grandeza e relevância, quanto o que se dará de 3 a 6 de abril de 2019, no Transamerica Expo Center, em São Paulo.

Uma seleção dos principais nomes da telemedicina e da tecnologia em saúde do mundo estará sob o mesmo teto no Global Summit Telemedicine & Digital Health, apresentando o que há de mais avançado no planeta, além de soluções virtuais que já funcionam com maestria em diversos continentes e nações, promovendo bem-estar e salvando vidas.

Andreas Keck, fundador do Syte, Strategy Institute for eHealth, Daniel Kratf, presidente de Medicina da Singularity University, Frank Lievens,  secretário executivo da ISfTeH – International Society for Telemedicine & eHealth (Sociedade Internacional de Telemedicina e Saúde Digital), Klaus Boehncke, Lawrence Murphy, fundador, reitor e CEO do WorldWide Therapy Online, Luis Lapão, professor da School of Science and Technology , Micaela Seemann Monteiro, do Conselho Português de Ressuscitação e diretora de Cursos de Suporte Avançado de Vida pelo European Ressuscitation, Pini Ben Elazar, fundador da  Bio-Gal, uma startup de biotecnologia que lida com Mielomas Múltiplos,  Saroj Kanta, professor in Department of Endocrine Surgery at Sanjay Gandhi Postgraduate Institute of Medical Sciences , Robert Wah, diretor Médico Global da DXC e ex-Presidente da Associação Médica Americana, Tobias Zobel,  gerente da Plataforma de Inovação em Saúde Digital (d.hip) – uma parceria entre a Siemens Healthineers, o grupo Medical Valley EMN, o Hospital Universitário de Erlangen e a Friedrich-Alexander-University de Erlangen-Nuremberg para promover a inovação e o desenvolvimento no campo da Saúde Digital, Claudio Lottenberg,  presidente do UnitedHealth Group Brasil, Chao Lung Wen, chefe da Disciplina de Telemedicina da FMUSP, Bernie Elliot, da American Telemedicine Association, Sidney Klajner e Eduardo Cordioli, do Hospital Israelita Albert Einstein, e especialistas conceituados e respeitados internacionalmente já têm presença confirmada.

Idealizado pela Associação Paulista de Medicina, o Global Summit Telemedicine & Digital Health, prevê mais de 70 horas de conferências e fóruns com foco em conteúdo, negócios e inovações – veja aqui a programação, http://telemedicinesummit.com.br/programacao/.

Apresentará e debaterá soluções e softwares de inteligência artificial, machine learning, aparelhos vestíveis, consultas e diagnósticos remotos, pílulas (medicamentos) inteligentes que se comunicam com médicos e pacientes, processos de CEM (customer experience management, a legislação no Brasil e seus entraves, as experiências de sucesso em outros países, entre outras.

O presidente da Associação Paulista de Medicina, José Luiz Gomes do Amaral, ressalta a importância do Global Summit em ampliar o debate sobre como os avanços técnico-científicos na área médica conduzirão a humanidade em direção a um futuro melhor.

“A Medicina se apoia em três pilares. O primeiro é a vontade de aliviar o sofrimento do próximo; isso se fez há 2300 anos e será igual daqui a 200 anos. Segundo, caracteriza-se pelo comportamento ético, um juramento médico perante a sociedade. Por fim, trata-se da ciência, a qual imensas modificações, que não podemos prever, se fazem constantes em uma espiral que se move em velocidade exponencial”, assevera.

“É um encontro da maior relevância para a assistência em saúde aos brasileiros. As novas tecnologias chegaram para democratizar o atendimento, levando a todos as melhores possibilidades clínicas e terapêuticas sem barreiras físicas. O Brasil tem obrigação de se aprofundar nesse tema, derrubar barreiras normativas e garantir que a medicina de nível chegue a todos por meio das soluções remotas”, complementa Antonio Carlos Endrigo, presidente da Comissão de Organização.

Segundo o presidente da Comissão Científica, Jefferson Gomes Fernandes, “o intuito é mostrar todas as inúmeras contribuições que a telemedicina e a saúde digital têm a oferecer aos pacientes, aos sistemas de saúde e também aos médicos, gerando oportunidades profissionais cada vez melhores”.

Confira a ultima edição da Newslab

Seções
Fechar Menu